segunda-feira, junho 26, 2006

A Palavra muda

Já tinha sido tempo, já tinha tido o tempo.
Deixara escorrer por entre pensamentos a palavras graficamente escolhidas pela vontade, deixara-as a pairar entre a raiva e a falta de coragem das proferir. Tinha-as dito vezes sem conta, sabia-lhes o cheiro férreo, sentia-lhes o sabor da vingança, doce.
Corria agora, dentro do trilho deixava o som que se lhe soltara da garganta e batera nos dentes, -Malditos!- amordaçada vontade, silênciada a coragem nos lábios...
Continuava.
Fraco.
Esboçara um sorriso, nem por isso deixava de pensar que devia ter dito. Era uma incapacidade física que o amordaçava. Em tudo igual aos outros, um corpo saudavel. Era uma incapacidade física que o cortava. Era uma incapacidade, um rótulo, um destino...

Era surdo.


A todos os surdos do mundo, um compreensivo abraço escrito - Dia Mundial da Surdez 10.11-.

3 Comments:

At 7:20 da tarde, Blogger comic said...

Obrigado!

 
At 4:55 da manhã, Anonymous Anónimo said...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! I27m looking free pop blocker literotica chats price compare area rug xxx mpeg videos contemporay area rugs

 
At 3:45 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. »

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home